Cultura de inovação: por que as empresas no Brasil investem tão pouco

voltar Publicado em 18 de fevereiro de 2019

Cultura de inovação: por que as empresas no Brasil investem tão pouco

Cultura de inovaçãoNos últimos anos, nunca se falou tanto sobre a importância em adotar e promover uma cultura de inovação nas empresas como agora. Afinal, em um mercado cada vez mais competitivo, propiciar um processo criativo e sustentável de geração de produtos e soluções se tornou algo crucial e diferenciado para as companhias.

Contudo, apesar de diversas mobilizações e grupos trabalhando em prol da inovação, o Brasil ainda caminha a passos lentos nesse processo. Segundo a Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), o país ocupa a 64ª posição no Índice Global da Inovação.

Como comparativo, países vizinhos como Chile (47ª posição), Costa Rica (54ª) e México (56ª) ocupam melhores lugares na lista.

Fatores como a economia, política, infraestrutura e capital intelectual são impeditivos para que este movimento esteja cada vez mais presente.

Continue a leitura e entenda por que é tão difícil implementar uma cultura de inovação no Brasil. Acompanhe!

 O que é cultura de inovação?

Cultura de inovação é um conceito adotado no ambiente de trabalho. Em síntese, empresas que adotam esse modelo geralmente entendem que o processo de inovação não é a província de liderança superior. Ou seja, pode vir de qualquer pessoa da organização.

Nesse sentido, geralmente as empresas que promovem esse modelo, incentivam a descoberta e encontram maneiras de recompensar seus colaboradores que passam um tempo pesquisando novos produtos e ideias.

Um exemplo de empresa que adota bem a cultura de inovação é o Google. A gigante do ramo de tecnologia permite que seus funcionários gastem 20% do seu tempo de trabalho desenvolvendo projetos pessoais com recursos da própria companhia. Essas ideias podem ou não ser integrados aos produtos da organização.

 Como implementar a cultura de inovação?

A cultura de inovação no seu negócio deve compreender as formas de gestão, administração, planejamento, posicionamento da empresa e funcionários. Além disso, das políticas e dos procedimentos adotados na execução das tarefas. Dito isso, a resposta para a pergunta “Para que serve cultura de inovação?” é: gerar novos hábitos.

Estes novos hábitos conquistados com a implementação da cultura de inovação trazem benefícios para os colaboradores e, consequentemente, para os resultados da empresa.

Dessa forma, a inovação dos processos tende a trazer uma nova forma para o pensar criativo da equipe, que cada vez mais enxerga soluções para entraves cotidianos que não, necessariamente, dependa de recursos financeiros. Nesse cenário, a cultura de inovação proporciona, além de um ambiente favorável ao desempenho dos funcionários, economia de recursos do seu negócio.

Implementação e benefícios da cultura de inovação

A mudança de uma cultura requer tempo, dedicação e disponibilidade de todos os membros envolvidos no processo. Essa implementação deve levar em conta o tipo de negócio, o perfil dos funcionários, a adaptação dos processos em cada área, assim como as limitações da empresa.

Desse modo, é preciso que os líderes, que exercem papel fundamental nesta virada cultural, exerçam a sensibilidade e destaquem qual é a fundamental mudança pela qual a empresa deve passar. Essa percepção é crucial para que a equipe sempre renove sua forma de trabalho. Para que ela também exerça sua capacidade criativa, trazendo resultados, não só para a empresa, como para sua carreira.

Assim, vários aspectos podem ser destacados como necessidade de mudança. Dentre eles está o pouco tempo dado para novas criações, processos ineficazes, insatisfação da equipe, etc. Com isso, após identificada as questões principais que devem sofrer mudanças, iniciam-se os passos para implementação da cultura de inovação.

1. Identifique a capacidade intelectual de todos os membros do seu time. Assim, conhecendo os talentos e limitações, é possível mensurar e designar os agentes de mudança.

2. Aposte nos funcionários e em sua capacidade de absorver o novo provocando novas discussões e exercícios de criatividade. Dissolva o conformismo e alimente a autoestima da equipe.

3. Invista seu tempo no planejamento das ações e no desenvolvimento de projetos que visam sanar os problemas identificados na etapa de observação das mudanças necessárias.

4. Coloque em prática toda observação, estudo, planejamento e ações pré-estabelecidas. Não é fácil mudar a cultura enraizada de uma empresa. Portanto, esta etapa exige tempo e processos claros que devem ser divulgados e fielmente seguidos. Até que o fácil entendimento dos funcionários seja atingido.

Conclusão

A implementação da cultura de inovação nas empresas é algo que se dá em sua prática. É impossível inovar e renovar hábitos com cartilhas ou discursos que não se transformam em ação. Ações estas que devem estar presentes. Não só em determinados eventos, mas na rotina diária e em todas as dinâmicas criativas e processuais do negócio.

Para saber mais sobre o mercado de inovação e negócios, siga nosso blog e nossas redes sociais. Estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn! Até mais!

posts relacionados

FALE CONOSCO

Seja Nosso Parceiro

Entre em Contato

Trabalhe Conosco

Envie seu currículo

Neo Ventures 2018 - Todos direitos reservados

Desenvolvido por: