7 dicas de Inovação na carreira

voltar Publicado em 10 de julho de 2020

7 dicas de Inovação na carreira

Vivemos na era da tecnologia, da informação rápida e da inovação, e com a carreira não é diferente. Hoje o profissional deve estar atento ao ambiente, à velocidade e às mudanças que ocorrem do mercado. No entanto, inovar não é algo que acontece da noite para o dia, depende de vários fatores, de processos, de conhecimento.

A inovação é resultado do cruzamento do conhecimento adquirido e a prática do mesmo. Portanto, inovar está intimamente ligado ao “pensar fora da caixa”, pois a pessoa inovadora busca conhecer assuntos de diversas áreas, de diversos segmentos e estar “antenado” às novas tendências.

As empresas buscam profissionais criativos e inovadores. Pessoas desse tipo geralmente são proativas, colaboram com a equipe, são positivas e sempre focam em formas de se resolver uma questão e não com o grau de dificuldade que ela apresenta, assim buscam soluções para contribuir com os processos de trabalho e com os resultados.

Por esse motivo, separamos algumas dicas para você que quer se tornar uma pessoa mais inovadora. 

1. Abandone a “cultura do especialista”

O especialista é aquele profissional que é obrigado a ter respostas para tudo, baseado em sua experiência, ou seja, know-how. A tendência é que o especialista sempre busque soluções já conhecidas. A inovação é fruto do cruzamento de informações obtidas e armazenadas em sua mente. Permita-se estudar outras disciplinas que não se relacionem diretamente com a sua. Essa prática é altamente benéfica para começar a pensar fora da caixa.

2. Valorize o coletivo 

Estamos na era da informação e do conhecimento. O resultado do conhecimento coletivo é riquíssimo. Quando compartilhamos conhecimento no ambiente de trabalho, estamos colocando à disposição da imaginação bibliotecas variadas de cultura, aumentando a probabilidade de desenvolvimento de soluções inovadoras. Mas para isso é preciso adotar a consciência de sucesso coletivo. Caso surja algo inovador lembre-se de dar os créditos valorizando cada pessoa que contribuiu para a solução inovadora. Caso contrário você poderá sofre do efeito “knowledge bullying”, ou seja, um bullying do conhecimento, passando a ser privado propositalmente de conhecimento circulante na empresa.

3. Amadureça as ideias

Tem gente que reclama que as ideias nunca são aceitas. Tem gente que fica rotulada como aquela que nunca acrescenta e sempre chuta pra fora nas reuniões de trabalho. Com a exceção das reuniões de brainstorming, aprenda a registrar ideias potenciais e amadurecê-las. Aprofunde a sua pesquisa antes de expor uma ideia para alguém. Verifique se o que irá propor já não foi proposto e certifique-se dos benefícios que irá gerar e a quem irá beneficiar. Os projetos inovadores são como sementes, precisa ter a sua fase de crescimento respeitada para que dê os frutos na época correta.

4. Aprenda a questionar as verdades absolutas.

Inovar passa por questionar paradigmas criando um novo modelo mais eficaz. É preciso ser autêntico para superar a baixa autoestima que ronda a mente. É preciso abstrair o medo da rejeição. Um exercício prático para isso é habituar-se a formular a seguinte pergunta “Por que não?”.

5. Abandone o perfeccionismo

O perfeccionista é aquele que se esconde atrás de um manto utópico da perfeição. É alguém que acorda todos os dias e se encontra com a frustração. O perfeccionista geralmente tem uma crítica pronta para tudo e uma boa desculpa para não apresentar suas ideias “Antes de apresentar preciso aperfeiçoar”. As empresas precisam de pessoas que saibam trabalhar com as ferramentas que se tem às mãos. A inovação demanda viabilidade. Conjecturar inovação com elementos que não fazem parte da sua realidade nem de seu ambiente de trabalho é apenas um sonho.

6.Sintonize

Sintonia é a igualdade de freqüência entre dois sistemas de vibrações.Acordo mútuo, reciprocidade, simpatia.É praticamente impossível produzir algo inovador se não estiver engajado e sintonizado com o que se faz. O alto nível de insatisfação e, consequentemente o stress, bloqueia a capacidade de gerar novas soluções. Estar em sintonia com a organização implica em conhecer suas diretrizes estratégicas e se alinhar a elas. É se orgulhar de trabalhar lá. É não precisar colocar obrigações e prazeres na balança, pois o prazer é bem maior.

7. Identifique problemas

As inovações possuem alto nível de conformidade com situações em que a insatisfação é alta ou que há um problema crônico. Crises, problemas, insatisfações são todos sinônimos de oportunidades de inovação. Seja um especialista em identificá-los e estará a um passo de algo extraordinário.

posts relacionados

FALE CONOSCO

Seja Nosso parceiro

Entre em contato

Trabalhe Conosco

Envie seu currículo

Neo Ventures 2018 - Todos direitos reservados

Desenvolvido por: