Desafios da inovação aberta: como superá-los

voltar Publicado em 27 de abril de 2021

Desafios da inovação aberta: como superá-los

Temos visto cada vez mais empresas interessadas em se juntar ao mundo da inovação aberta ou, como temos definido, começar a fazer open innovation com startups. Ela é uma das melhores formas de você inovar os processos da sua empresa. Ou, até mesmo criar um novo modelo de negócio. Tudo isso a partir da conexão com parceiros externos, sem depender apenas da sua equipe interna.

Esse conceito de inovação aberta representa uma verdadeira mudança no mindset de muitos empreendedores. Afinal, grandes negócios muitas vezes preferem guardar suas ideias como um segredo. Porém, a inovação aberta permite gerar valor à empresa por meio do compartilhamento de conhecimento.

Vale destacar que essa estratégia é benéfica para todas as partes. Principalmente em tempos de crise, onde a colaboração é extremamente importante.

Porém, muitos gestores nos procuram por não saber por onde começar, ou em busca de orientações sobre como aprimorar o processo, seja em seu próprio trabalho, seja na preparação das suas equipes para esse jogo.

O ideal para começar a implementar o processo de inovação aberta é contar com a ajuda de especialistas para otimizar os processos e gerar resultados substâncias. Nesse post trouxemos alguma dicas dos nossos aceleradores que auxiliaram na prática grandes empresas a superarem os desafios da inovação aberta.

Dicas para superar os desafios da inovação aberta:

1. Definir os objetivos e metas da inovação aberta 

Para que a inovação aberta realmente dê certo, é necessário ter objetivos e metas claros. Assim, o primeiro passo é elencar os problemas, as oportunidades ou as tarefas na sua empresa que podem ser automatizadas ou melhoradas. Conte com o auxílio dos seus colaboradores, clientes e fornecedores para dar essas sugestões.

Então, é importante estabelecer objetivos estratégicos. Um exemplo é: aumentar a receita do negócio ou melhorar um processo interno.

Ainda, não esqueça de definir suas metas. Para isso, um método que pode te ajudar é o metas SMART. Ele consiste em ter metas específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais.

Por exemplo, aumentar o faturamento em 50%, em um ano, criando uma spin-off no seu nicho para atender um público mais digital. Ou, melhorar em 70% a produtividade do RH da empresa, contratando uma startup com solução de ponto online.

2.Inovação aberta não é a terceirização do seu processo

É necessário que se tenha profissionais especialistas dentro da empresa, pois do contrário perde-se a interlocução com o mercado e também o contato com as tecnologias e competências externas. Estes profissionais sabem o que já funcionou e não foi tão bem, dentro da empresa e, principalmente, como é a cultura interna da companhia.

3.Preparação dos colaboradores 

Se colocar um mentor com uma startup que a super valoriza indevidamente, ele vai criar um problema para a startup e está deixando de dar um bom feedback. Mas se criticar demais, como se ela fosse um fornecedor, com 30 anos de experiência no mercado, ele também pode queimar a startup. É preciso realizar uma conexão sincera para que o processo de inovação não saia do controle.

4.Saber lidar com o diferente

A necessidade da área de inovação monitorar o comportamento dos colaboradores da empresa para que não haja resistência e os frutos da inovação aberta possam se desenvolver. Existem stakeholders que remam a favor e ajudam a startup a crescer; tem os que remam contra e você percebe; o problema são aqueles que colocam o remo na água e te desorientam, e de repente você está indo para o lugar errado.

5. Erro na entrega 

Atenção com o acompanhamento para que as startups não subestimem os momentos das entregas, pois normalmente elas estão acostumadas com contextos mais diretos na relação de trabalho. Isso causa que prometam prazos curtos e frustem os executivos, uma vez que nas grandes empresas existe uma série de processos que precisam acontecer antes de uma entrega.

Quer transformar o seu negócio com a inovação aberta? Agende já uma consultoria gratuita com a equipe da Neo Ventures.

Conheça também quais são as principais formas de cooperação de inovação entre startups e grandes empresas.

posts relacionados

FALE CONOSCO

Seja Nosso parceiro

Entre em contato

Trabalhe Conosco

Envie seu currículo

Neo Ventures 2018 - Todos direitos reservados

Desenvolvido por: