A diferença entre ideia, criatividade e inovação: o processo de ideação dentro das organizações

voltar Publicado em 20 de setembro de 2021

A diferença entre ideia, criatividade e inovação: o processo de ideação dentro das organizações

Em tempos em que inovação é a solução para diversos negócios, gerar ideias  que garantam um diferencial competitivo é o maior desafio das empresas. Saiba como fomentar um ambiente criativo que gera inovação. 

A criatividade e a inovação são características presentes em toda história da humanidade, o apelo pela criatividade e inovação vem se tornando parte do cotidiano em startups, empresas, negócios de impacto e até mesmo grandes corporações. 

 A inovação por si só, está atrelada à mudança. Mudança essa que pode ser notada na forma de realizar um processo, na construção de um novo produto, na solução de problemas, entre outros. Mas gostaria que vocês soubessem que existem estágios para se alcançar a inovação e ela se inicia na criatividade. 

A criatividade existe como uma habilidade que libera um potencial que nossa mente tem. De forma criativa, nosso cérebro consegue conceber ideias e formar pensamentos que costumam fugir de padrões. A criatividade existe dentro da nossa mente e pode ser canalizada para a ação.

Mas apenas ter uma ideia basta? A resposta é não! Vamos entender como executar essas ideias da melhor maneira. Para isso vamos utilizar um exemplo. Vamos viajar para época das cavernas juntos?

O homem das cavernas, pensador por natureza, criava cenários fantasiosos em sua mente, através da imaginação. Ao criar um novo cenário o homem se tornava um ser diferente, um ser racional, isso fez com que possuísse uma vantagem competitiva frente a outros animais. 

Se hoje já estamos cercados de problemas, imagina naquela época? Como dominar os predadores? Buscar comida? Entre outros… Ali entendemos que apenas ter a ideia não era suficiente, sendo assim se tornava necessário executá-la. 

A criatividade nos leva a materializar os cenários imagináveis. A execução das ideias então é o que chamamos de criatividade. Porém, se ela não é colocada em prática, é apenas um produto criativo.  Quando aplicada ao ambiente empresarial, é uma verdadeira força que pode ser usada para gerar inovação. 

Enquanto isso, a inovação está mais ligada à ação. Inovar significa oferecer uma nova ação, função, habilidade ou melhoria a um sistema que já conhecemos, realizando melhorias significativas proporcionando diferenciação como vantagem competitiva.

Entendemos que a ideia é importante, mas o que realmente vai definir o sucesso, é a criatividade aplicada para um grupo significativo de pessoas. Se tornando assim inovação.

Como estimular a criatividade e gerar inovação nas empresas ?

“Marcas que desejam se manter inovando não devem focar em perseguir o esfumado termo Inovação, mas sim buscar relevância através de uma cultura de co-criação e constante experimentação” –  Tennyson Pinheiro (Autor do livro Design Thinking Brasil

Através dessa afirmação, Tennyson nos traz justamente o ponto de vista no qual a Inovação não deve ser vista como um processo utópico. A busca por métodos inovadores para o desenvolvimento de produtos e projetos, fez com que algumas metodologias fossem criadas para possibilitar formas mais certeiras de encontrar novas soluções. 

Por isso, vamos discorrer brevemente sobre uma excelente ferramenta para a inovação: a ideação. 

Estruturando as etapas, primeiro temos a imaginação (ideia), seguido da execução (criatividade) para resolver problemas e por último a entrega de valor (inovação) que é aplicada a um determinado grupo.

Ideação é um processo utilizado principalmente na construção de Modelos de Negócios inovadores e está contido dentro da metodologia de design thinking

Como podemos potencializar nossas ideias, e executar nossos cenários? A resposta para isto está na estruturação de processos e ferramentas. Um processo que vem ganhando bastante destaque é o de Ideação, pois vem se mostrando como um instrumento eficiente e sustentável de geração de soluções.

 O Processo de Ideação 

A Ideação, como o próprio nome sugere, é a etapa utilizada para gerar novas ideias, que sejam inovadoras. Este processo permite quebrar paradigmas e limitações e avançar em torno de estruturas e definições não questionadas  até então e, a partir daí, gerar ideias de impacto. 

A Ideação é a fase em que as ideias são apresentadas sem nenhum julgamento. É o momento de pensar fora da caixa e propor soluções para o problema.

Para isso, utilizam-se práticas de estímulo à criatividade, o que ajuda na geração de soluções que estejam de acordo com o contexto trabalhado. Não há limite de ideias nesta fase. 

Para colocar a etapa de ideação em prática é preciso estimular a criatividade, o trabalho em equipe e o compartilhamento das informações.

Conheça algumas técnicas que você pode utilizar nesse momento:

  • Brainstorming
  • Workshop de cocriação
  • Cardápio de ideias
  • Matriz de posicionamento

Você poderá notar ao final do processo que algumas coisas anteriormente inimagináveis ou totalmente subestimadas podem se mostrar bem interessantes. E outras, tidas com certa desconfiança podem provar serem de grande valia. Além, é claro, do mais importante, que é a inovação e a satisfação de todos pela participação na criação e na tomada de decisão de algo significativo.

Acompanhe os conteúdos semanais do blog e a nossa  jornada e aprenda mais sobre inovação com quem faz inovação de verdade. 

 

posts relacionados

FALE CONOSCO

Seja Nosso parceiro

Entre em contato

Trabalhe Conosco

Envie seu currículo

Neo Ventures 2018 - Todos direitos reservados

Desenvolvido por: