Setembro Amarelo na Neo Ventures – A importância da saúde mental no trabalho

voltar Publicado em 30 de setembro de 2021

Setembro Amarelo na Neo Ventures – A importância da saúde mental no trabalho

Na semana passada, toda a equipe da Neo Ventures recebeu a Cynthia Marchesotti, psicóloga e membro da Junta Reguladora de Contagem,  que trouxe como pauta para o Neo Talks de setembro, a importância da saúde mental no trabalho e pudemos aprender com ela, sinais para identificar estresse e como preveni-los. 

É essencial que as empresas abram espaço para debate sobre a saúde mental e apoiem seus colaboradores no tratamento de transtornos psicológicos. Segundo dados da OMS, os transtornos mentais e comportamentais estão entre as principais causas de perdas de dias de trabalho no mundo. Os casos leves causam em média perda de quatro dias de trabalho/ano e os graves cerca de 200 dias de trabalho/ano.

Mais do que um cenário de ausência de problemas, a saúde mental é entendida como um estado onde o indivíduo está bem o suficiente para lidar com as situações cotidianas, que são tão diversas quanto imprevisíveis. Afinal, viver no mundo contemporâneo implica lidar diariamente com as complicações causadas pelo intenso ritmo da vida e pela aparente fragilidade de algumas relações, contratempos que podem prejudicar nossas relações sociais a médio e longo prazo.

Falar abertamente sobre saúde mental não apenas é importante para os colaboradores, como também para a empresa! Um colaborador feliz e saudável mentalmente é mais propenso a prosperar na vida pessoal e no trabalho, desempenhando suas funções com qualidade e ótima relação com a equipe.

Como desenvolver a saúde mental junto aos colaboradores?

As frustrações no ambiente de trabalho são comuns e acontecem o tempo todo. Entretanto, essas aflições podem ser amenizadas em um ambiente que fornece as condições necessárias para a saúde mental.

Um programa de Saúde Mental na empresa serve para orientar os colaboradores e ajudá-los a enfrentar a grande pressão do trabalho, desassociando das relações pessoais. Ajuda a diminuir a incidência de doenças e, consequentemente, melhora o relacionamento, faz com que a equipe trabalhe de forma mais integrada e engaja os profissionais.

Saúde mental e trabalho constituem uma relação séria e complexa. A empresa e seus gestores devem estar atentos aos sinais de colaboradores com possíveis transtornos psicológicos. Uma das primeiras reações a serem percebidas é a alteração do comportamento e do humor. A pessoa fica mais quieta, evita contato social, pode se tornar mais agressiva e menos tolerante.

Um guia recente publicado pelo Fórum Econômico Mundial sugere que as intervenções nas organizações devem ter três abordagens:

  1. Proteger a saúde mental reduzindo os fatores de risco relacionados ao trabalho;
  2. Promover a saúde mental ao desenvolver aspectos positivos de trabalho e as habilidades dos empregados;
  3. Enfrentar casos de problemas de saúde mental independentemente da causa.

Outras medidas incluem entender as oportunidades e necessidades dos empregados individualmente, ajudando a desenvolver melhores políticas para a saúde mental no ambiente de trabalho.

O guia também sugere alertar funcionários sobre ferramentas de apoio e onde podem encontrar ajuda dentro ou fora da organização.

Com o incentivo da psicóloga Cynthia, falamos de um tema que ainda é considerado tabu nas organizações, mas ficamos felizes de darmos este passo para ser um ambiente que apoia seus colaboradores também sobre este assunto. 

Aqui alguns dos pontos para cuidar da saúde mental trazidas pela Cynthia: 

  • Defina pequenos objetivos na vida pessoal e profissional 
  • Participe de atividades de lazer com amigos e familiares
  • Faça atividades que “fujam” à rotina diária, como passear, comer em restaurantes, ou ir ao cinema 
  • Evite o contato com pessoas “negativas”, especialmente aquelas que reclamam do trabalho ou dos outros. Busque boas companhias. 
  • Converse com alguém de confiança sobre o que está sentindo 
  • Faça atividades físicas regularmente
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas, tabaco ou outras drogas, porque só vai piorar a confusão mental 
  • Não se automedique nem tome remédios sem a prescrição médica 
  • Descanse adequadamente, com boa noite de sono (pelo menos 8h diárias) 
  • É fundamental manter o equilíbrio entre trabalho, lazer, família, vida social e atividades físicas. 
  • Evite ficar se lamentando ou remoendo situações vividas 
  • Aproveite os momentos com a família 
  • Exercite a sua mente, adquira novos conhecimentos 
  • Desenvolva estratégias para a minimização de sentimentos negativos (meditação, ioga, relaxamento, músicas, filmes) 
  • Cultive a autoestima 
  • Busque o autoconhecimento, assim conseguirá observar alguma mudança comportamental e procurar ajuda. 
  • Tenha um tempo só para você 
  • Valorize o contato com a natureza 
  • Se alimente bem, coma o que gosta 
  • Consuma chás calmantes como os de camomila, tília e valeriana por exemplo. 
  • Evite usar as redes sociais em excesso, pois em algumas situações pode acabar causando tristeza, solidão e sensação de insatisfação com a vida
  • Sinta prazer com seu trabalho, não se trata de amar incondicionalmente sua profissão, mas ter consciência de que sua tarefa é importante e se identificar com ela. 

Por fim, a equipe da Neo foi incentivada pela psicóloga a responder sobre o que, cada um, tem feito para cuidar da sua saúde mental e tivemos uma ótima troca de experiência e conhecemos um pouco mais sobre os hobbies um dos outros. 

posts relacionados

FALE CONOSCO

Seja Nosso parceiro

Entre em contato

Trabalhe Conosco

Envie seu currículo

Neo Ventures 2018 - Todos direitos reservados

Desenvolvido por: