Principais formas de cooperação entre startups e grandes empresas

A cooperação entre startups e grandes empresas tem se tornado cada vez mais frequente e pode representar uma oportunidade e tanto para o seu negócio.

O grande benefício das startups no mercado é o crescimento acelerado de seus negócios, além das soluções inovadoras, flexibilidade e a atitude necessária para “fazer acontecer”.

Essa ousadia, muitas vezes, falta em empresas tradicionais, que tendem a ser mais conservadoras nos negócios. Em compensação, as grandes corporações têm algo que falta na maior parte das pequenas iniciantes: dinheiro. Exatamente por estes motivos, os dois perfis de negócios são complementares, e uma boa união entre eles pode fazer com que ambas tenham muito mais chances de serem bem-sucedidas.

Para uma startup escalar, também, não basta ter dinheiro: é preciso estrutura de marketing, organização jurídica, recursos humanos, contabilidade e tecnologia — áreas que, às vezes, são reduzidas não somente pela falta de capital financeiro, mas também de capital humano. 

Porém, é preciso pensar um  pouco mais como um negócio grande para se tornar grande. 

Por outro lado, mais e mais empresas tradicionais perdem funcionários para startups, que oferecem ambientes profissionais mais atraentes para os Millennials

Tipos de cooperação 

Startups e grandes empresas podem ter diversos níveis de cooperação, dependendo do tipo de parceria que cada lado deseja. A revista de negócios Inc., e o site Business.com listaram alguns tipos de parcerias que estão aproveitando ao máximo esse tipo de acordo:

  1. Filantropia estratégica: parcerias filantrópicas permitem que as empresas tradicionais mostrem o seu lado humano, enquanto as startups obtêm os recursos e a ajuda de que precisam para expandir seu impacto.
  2. Relações de revenda e fornecedores: ao cooperar e compartilhar recursos limitados, empresas de todos os tamanhos podem ajudar umas às outras a ter sucesso, criando uma rede de assistência que beneficia todas as partes. 
  3. Aceleração: as aceleradoras ajudam os fundadores de startups a transformar seus sonhos em realidade. As empresas podem se envolver com essas iniciativas, para estimular crescimento e criar valiosos relacionamentos de longo prazo.
  4. Inovação aberta: grandes empresas de tecnologia podem oferecer eventos para startups, convidando-as para conferências, hackathons ou competições do setor, centradas em uma solução ou tema de mercado de seu interesse.
Principais formas de cooperação entre startups e grandes empresas

Principais formas de cooperação entre startups e grandes empresas

Publicado em 13 de abril de 2021
M-Start Ciclo 8
Estão abertas as inscrições para o programa de inovação aberta que está transformando a mineração!
LEIA MAIS
InovaCoop
Conheça o InovaCoop, programa que conecta cooperativas e startups para solucionarem desafios do cooperativismo agro!
LEIA MAIS
Mitos e verdades sobre a inovação aberta que nunca te contaram
LEIA MAIS
crossarrow-left linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram